Idioma

Banco Santander Totta

Está em:

 

 

 

 

 

 

Seguro de vida Viva Mais


Seguro de subscrição online

 

Glossário de Termos   |   Garantias e Coberturas   |   Âmbito Territorial   |   Período de Carência   |   Idade de Subscrição e Permanência   |   Duração e Renovação   |   Exclusões   

  • Glossário de Termos

    Tomador do Seguro

    Entidade que celebra o contrato com o Segurador, sendo responsável pelo pagamento dos prémios.

    Pessoa Segura ou Segurado

    Pessoa no interesse da qual o contrato é celebrado ou a pessoa cuja vida, saúde ou integridade física se segura. O Tomador do Seguro e a Pessoa segura têm de ser a mesma pessoa.

    Núcleo Seguro

    Constituem o núcleo seguro a Pessoa Segura e/ou o seu cônjuge, e/ou os seus dependentes, considerando-se como tal o(s) filho(s) ou adoptado(s) da Pessoa Segura e/ou do seu cônjuge, desde que seja(m) solteiro(s), tenha(m) menos de 25 anos de idade, e seja(m) economicamente dependente(s) da Pessoa Segura.

    Beneficiário

    Pessoa singular ou colectiva a favor de quem reverte a prestação do Segurador decorrente do Contrato; é a Pessoa Segura quando se trate de garantias em caso de vida (coberturas de Segunda Opinião Médica e Doenças Graves Internacional), e a pessoa designada na Proposta de Seguro para as garantias em caso de morte.

    Prémio

    Preço pago pelo Tomador do Seguro ao Segurador pela contratação do seguro, e que corresponde ao prémio bruto acrescido das cargas fiscais e parafiscais.

    Apólice

    Documento que titula o contrato celebrado entre o Tomador do Seguro e o Segurador do qual constam as respectivas Condições Gerais, as Condições Especiais da modalidade contratada, as Condições Especiais das Coberturas complementares quando existam, assim como as Actas Adicionais.

    Idade Actuarial

    Idade utilizada para efeitos de cálculo do prémio de seguro; refere-se à idade mais próxima da idade cronológica da Pessoa Segura.

    Acidente

    Acontecimento fortuito, súbito e anormal devido a causa exterior e estranha à vontade da Pessoa Segura e que nesta origine lesões corporais.

    Acto de Terrorismo

    Um acto, incluindo mas não limitado ao uso da força ou violência e/ou ameaça correspondente, nomeadamente com recurso à utilização de algum agente, material, dispositivo ou arma biológica, química ou nuclear, de qualquer pessoa ou grupo de pessoas que, actuando sozinha ou em nome de organizações ou grupos com finalidades políticas, religiosas, ideológicas ou similares, tenha a intenção de influenciar um Governo e/ou amedrontar o público ou parte deste.

    Cancro não invasivo ou "in situ"

    Tumor maligno que fica restringido ao epitélio onde se originou e que não invadiu o estroma ou os tecidos contíguos. Este é um tumor maligno pré-invasivo diagnosticado numa fase inicial com prognóstico favorável se for completamente extirpado.

    Cirurgia

    Todas as operações com finalidade de diagnóstico ou terapêuticas realizadas através de incisão ou intervenção interna por um cirurgião num Hospital e que exijam normalmente o uso de um bloco operatório.

    Clinicamente Necessário

    Um tratamento é considerado como Clinicamente Necessário quando as seguintes condições se aplicam simultaneamente:

    • Ser apropriado e essencial para o diagnóstico e tratamento de uma Doença ou Lesão de uma Pessoa Segura.
    • Não exceder o âmbito, duração, intensidade e padrão dos cuidados necessários para assegurar um diagnóstico ou um tratamento de confiança, adequado e apropriado.
    • Ser prestado sob prescrição médica.
    • Ser realizado de acordo com os padrões médicos aceites em Portugal ou pela comunidade médica do país onde o serviço ou o tratamento são realizados.
    • No caso da Pessoa Segura se encontrar hospitalizada, os serviços não podem ser prestados fora desse Hospital se tal representar um risco para a Pessoa Segura.
    • O facto de um tratamento se encontrar já indicado, recomendado, aprovado ou realizado por um médico não garante que seja considerado como Clinicamente Necessário antes que o Segurador, tendo por base a definição antecedente, o determine como tal.

    Doença

    Alteração involuntária do estado de saúde, não causada por Acidente, clínica e objectivamente constatada.

    Doença, Alteração e Condição Congénita

    Doença presente à nascença, em resultado de factores hereditários ou de condições clínicas verificadas durante a gestação até ao momento do nascimento, podendo ser evidente ou reconhecida imediatamente após o nascimento, ou ainda ser descoberta mais tarde em qualquer momento da vida da pessoa.

    Doença ou Lesão Pré-existente

    Considera-se pré-existente ao Contrato qualquer Doença ou Lesão da qual a Pessoa Segura tenha conhecimento previamente à subscrição ou adesão à Apólice, em particular no caso de ter dado origem a qualquer acto médico e/ou tratamento antes da data de subscrição da Contrato.

    Exclusões

    São situações ou acontecimentos que, não estando cobertas pela cobertura complementar de doenças graves, são insusceptíveis de desencadear a obrigação de pagamento a cargo do Segurador.

    Hospital

    Estabelecimento legalmente autorizado a prestar serviços e cuidados de saúde, dispondo de assistência médica, cirúrgica e de enfermagem permanente.

    Internamento Hospitalar

    Todo o internamento da Pessoa Segura numa unidade hospitalar, por um período superior a 24 horas, designado como diária, de acordo com as condições de internamento das unidades hospitalares.

    Lesão

    Alteração involuntária do estado de saúde, morfológica ou funcional, causada por Acidente, clínica e objectivamente constatada.

    Período de Carência

    Espaço de tempo entre a data de adesão da Pessoa Segura e a data em que podem ser accionadas as coberturas de seguro.

    Pré-autorização / Certificado Preliminar

    Aprovação de uma Garantia coberta pelo Segurador antes de os serviços serem executados.

    Sinistro / Ocorrência

    O evento ou série de eventos resultantes de uma mesma causa, susceptível de fazer funcionar as Garantias da cobertura complementar.

    Tratamento Experimental

    Tratamento ou decurso de um tratamento, procedimento, equipamento, medicamento ou produto farmacêutico destinado a uso médico ou cirúrgico, que não tenha sido aceite universalmente como seguro, eficaz e apropriado para o tratamento de Doenças ou Lesões, pelas várias organizações científicas reconhecidas pela comunidade médica internacional, ou que se encontre em fase de estudo, pesquisa, período de teste ou qualquer estágio de experimentação clínica.

    Doenças ou situações clínicas ao abrigo da 2ª Opinião Médica Internacional

    Doenças infeciosas, neurológicas, neurocirúrgicas, cardiovasculares, oftalmológicas, otorrinolaringológicas, hematológicas, renais e urológicas, respiratórias, ginecológicas e obstétricas, gastrointestinais e hepáticas, endocrinológicas e metabólicas, dermatológicas, músculo-esqueléticas, reumatológicas e do tecido conjuntivo (excluindo fibromialgia e síndrome de fadiga crónica) e ainda cancro, tumores benignos e transplante de órgãos.

    Doenças Graves Internacional

    • Cirurgia de Bypass das Artérias Coronárias: Tratamento que implica Cirurgia de coração aberto utilizando bypass grafts (Cirurgia coronária com enxerto de bypass) para correção de estenose de uma ou mais artérias coronárias. Pré-autorização estará sempre dependente da evidência angiográfica da doença subjacente;
    • Cirurgia às válvulas cardíacas: Substituição total de uma ou mais válvulas do coração para tratamento de uma Doença. Pré-autorização estará sempre dependente da evidência angiográfica da doença subjacente;
    • Neurocirurgia: Qualquer intervenção cirúrgica no cérebro e/ou estruturas intracranianas;
    • Tratamento de Cancro: O tratamento de um tumor maligno caracterizado por não se encontrar encapsulado e pelo desenvolvimento e propagação descontrolada de células malignas e invasão de tecidos. O Tratamento de tumor descrito em termos histológicos como pré-maligno ou que apresente as primeiras alterações malignas e/ou cancros não invasivos ou "in situ" também está coberto;
    • Transplante de Órgãos: O transplante cirúrgico através do qual a Pessoa Segura recebe um rim, uma parte do fígado, um lobo pulmonar, uma parte do pâncreas ou médula óssea (transplante autólogo ou alogénico) de um dador vivo compatível.
    Reclamação Reclamação é toda a manifestação de discordância em relação à posição assumida por empresa de seguros ou de insatisfação em relação aos serviços prestados por esta, bem como qualquer alegação de eventual incumprimento, apresentada por tomadores de seguros, segurados, beneficiários ou terceiros lesados. Não se inserem no conceito de reclamação as declarações que integram o processo de negociação contratual, as comunicações inerentes ao processo de regularização de sinistros e eventuais pedidos de informação ou esclarecimento.

Voltar ao topo
 

  • Garantias e Coberturas


    COBERTURAS

    CAPITAL SEGURO

    Morte

    5.000€ em caso de falecimento da Pessoa Segura; Válido apenas para a 1ª pessoa Segura.

    2ª Opinião Médica Internacional

    Incluída sem limites e elegível para as doenças cobertas - É elaborado um relatório escrito baseado numa análise da doença ou situações clínicas definidas nas condições gerais, por um médico especialista para o caso em questão.

    Doenças Graves Internacional:

    • Cirurgia de Bypass das Artérias Coronárias
    • Cirurgia às válvulas cardíacas
    • Neurocirurgia
    • Tratamento de Cancro
    • Transplante de Órgãos

    Inclui as despesas incorridas pela Pessoa Segura com quaisquer diagnósticos, tratamentos, serviços, provisões ou prescrições médicas no Âmbito Territorial consideradas Clinicamente necessárias, sempre que as mesmas resultem ou sejam consequência de qualquer uma das Doenças e Condições Clínicas Cobertas e que tenha sido diagnosticada pela primeira vez durante o período de validade da Apólice e cujos sintomas iniciais se manifestem durante o dito período e após o Período de Carência de 180 dias.

    Pessoa Segura:
    - Despesas médicas no valor de 1.000.000€ por pessoa/ ano
    Considera-se ainda um limite máximo de 2.000.0000€ por pessoa, durante a vigência da Apólice

    Medicamentos no retorno:
    - Despesas com medicamentos após retorno a Portugal: 50.000€ (durante toda a vigência da Apólice)

    Subsídio Diário de Hospitalização Internacional:
    - 100€ (válido fora do território português, desde que a hospitalização seja consequência de uma doença e/ou tratamento coberto)

    Subsídio Diário de Hospitalização Internacional:
    - 100€ (válido fora do território português, desde que a hospitalização seja consequência de uma doença e/ou tratamento coberto)

    Consultas Médicas e Testes de Saúde:
    - A Pessoa Segura tem acesso a Consultas Médicas e Testes de Saúde online

    Pessoa Segura:
    - Despesas de transladação / repatriamento: 10.000 €

Voltar ao topo
 

  • Âmbito Territorial


    Território Português, com excepção da cobertura complementar de Doenças Graves Internacional que só tem validade para os cuidados de saúde prestados fora de Portugal. 

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro.

Voltar ao topo
 

  • Período de Carência

    A cobertura complementar de Doenças Graves Internacional só será efectiva quando qualquer das Doenças ou Condições Clínicas Cobertas seja diagnosticada pela primeira vez após um período de 180 dias a contar da data de adesão da Pessoa Segura à Apólice.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

    Voltar ao topo
     

  • Idade de Subscrição e Permanência
     

    Contratação

    Permanência
    Pessoa Segura

    18 - 64 anos

    75 anos

    Filho(s) da Pessoa Segura

    0 - 24 anos

    25 anos


    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo
 

  • Duração e Renovação

    Duração de 1 ano; Renova automática e sucessivamente por idênticos períodos de um ano, salvo em caso de denúncia por qualquer das partes, podendo ser renovado até ao ano em que a Pessoa Segura complete 75 anos de idade.
     
    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

    Voltar ao topo
     

Exclusões

Pré-Existências

Acidentes ou doenças anteriores à data da entrada em vigor deste contrato salvo o caso em que tenha havido comunicação formal ao Segurador e expressa aceitação por parte deste, mediante as condições que para o efeito tenham sido expressa e detalhadamente estabelecidas;

Situações de doença, acidentes e outras ocorrências causadas por atos voluntários ou involuntários

Facto intencional do Tomador de Seguro, Pessoa Segura ou Beneficiário;

Tentativa de suicídio ou suicídio ocorrido em qualquer momento após a celebração do contrato de seguro;

Doenças ou acidentes que sobrevenham à Pessoa Segura em resultado do consumo de bebidas alcoólicas ou de consumo de qualquer tipo de drogas e/ou medicamentos não prescritos pelo médico;

Acidentes que sobrevenham à Pessoa Segura quando se verifique uma taxa de alcoolemia igual ou superior ao limite legalmente estabelecido;

Consequência de um ato de imprudência temerária ou negligência grave da Pessoa Segura, declarado assim judicialmente, bem como os derivados da participação desta em atos ilícitos, duelos ou rixas, sempre que neste último caso não tenha atuado em legítima defesa ou em tentativa de salvamento de pessoas ou bens;

Intervenções cirúrgicas, desde que não resultem por força de doença ou acidente;

Atividades Profissionais

Riscos inerentes à incorporação nas Forças Armadas, Militarizadas, Para-Militarizadas, Policiais e afins;

Atividades profissionais tais como construção civil, polícia, bombeiro, mineiro, e outras profissões análogas na sua perigosidade;

Desportos Radicais

Participação, como passageiro ou condutor, em corridas de velocidade, rallies, ou quaisquer outras competições de aeronaves ou veículos a motor, e respectivos treinos;

Prática de boxe, alpinismo, aviação, motociclismo, automobilismo, parapente, desportos considerados radicais e outros desportos análogos na sua perigosidade;

Catástrofes naturais e/ou outras

Tornados, tufões, furacões, ciclones, inundações, maremotos, sismos e erupções vulcânicas;

Reações nucleares ou contaminação radioativa;

Conflitos armados;

Assaltos, greves, tumultos, atos de terrorismo, sabotagem, rebelião, insurreição, revolução e guerra;

Riscos inerentes à incorporação nas Forças Armadas, Militarizadas, Para-Militarizadas, Policiais e afins;

Gripe humana pandémica, doenças infecciosas que resultem de bio terrorismo ou envenenamentos;

Exclusões no âmbito da 2ª Opinião Médica

Doenças agudas (de curta duração), não graves, doenças psiquiátricas, problemas odontológicos, problemas de infertilidade e em geral aquelas doenças que não tenham sido valorizadas por um médico especialista.

Exclusões no âmbito da cobertura de Doenças Graves
Internacional

Doenças excluídas: Conforme referido encontram-se excluídas todas as doenças diferentes das Doenças Cobertas conforme especificado na presente secção, assim como as seguintes Doenças:

  • Doenças Congénitas ou Pré-existentes, bem como condições clínicas, deformações ou defeitos também congénitos ou pré-existentes;
  • Síndrome cerebral, incluindo todas as despesas para assistência médica e/ou de internamento resultantes de casos de senilidade ou deterioração cerebral;
  • Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA), assim como todas as doenças secundárias causadas pela SIDA, ou que sejam consequência do seu tratamento, incluindo a doença conhecida como “Sarcoma de Kaposi”;
  • Doença causada por transplante de órgãos, exceto se for elegível como Doenças Cobertas conforme especificado na presente secção;
  • Doenças profissionais, independentemente da profissão da Pessoa Segura;
  • Cuidados médicos ou Lesões surgidas em consequência de guerras, Atos de Terrorismo, movimentos sísmicos, comoções, motins, inundações, erupções vulcânicas, assim como consequências diretas ou indiretas de reação nuclear e de quaisquer outros fenómenos extraordinários ou catastróficos, bem como epidemias oficialmente declaradas;
  • Cuidados de saúde necessários em consequência de Acidente sofrido no desempenho da atividade profissional do Tomador do Seguro e/ou da Pessoa Segura, assim como acidentes e doenças de trabalho relacionados com o uso de veículos motorizados cobertos por Seguro Obrigatório de Responsabilidade Civil Automóvel;
  • Acidentes ocorridos ou Doenças contraídas em virtude de prática profissional de qualquer desporto, bem como da prática de atividades aéreas ou subaquáticas, de desportos de combate, de artes marciais, de escalada, de rugby, de espeleologia, de atividades tauromáquicas, da participação em competições desportivas e respetivos treinos com veículos ou de algum outro desporto de risco elevado;
  • Cuidados de saúde necessários em virtude de alcoolismo, intoxicações devidas ao abuso do consumo de álcool, toxicodependência, uso de drogas psicóticas, narcóticas ou alucinogénias, assim como cuidados de saúde necessários em virtude de Doenças verificadas em consequência de tentativa de suicídio e auto-lesões ou de Doenças ou Acidentes sofridos pela Pessoa Segura ao cometer um crime;
  • Todas as Doenças ou condições clínicas que sejam diagnosticadas durante o Período de Carência;
  • Qualquer Doença grave ou condição clínica causada intencional ou dolosamente pela Pessoa Segura ou verificada em consequência de atos de imprudência temerária ou de negligência grave da Pessoa Segura;
  • Despesas efetuadas relativamente a tratamento, serviço, provisão, ou prescrição médica para uma Doença que basicamente necessita de um transplante de órgão.

Tratamentos / procedimentos excluídos: Encontram-se excluídos todos os tratamentos que sejam considerados desnecessários. Adicionalmente, não se encontram cobertos os seguintes tratamentos:

  • Todas as angioplastias, assim como qualquer tratamento coronário não cirúrgico, e todas as técnicas angioplásticas de desobstrução de vasos sanguíneos por via de cateter + balão, assim como qualquer tratamento do foro coronário que não implique uma cirurgia.

- Tratamentos experimentais e/ou no âmbito de medicinas alternativas, mesmo que sejam especificamente prescritas por um médico.

- Nos casos de transplante de órgãos / tecidos de dador vivo, exclui-se todo e qualquer transplante quando a necessidade inerente à realização do mesmo seja decorrente de:

  • Hepatite alcoólica;
  • Condição congénita da Pessoa Segura;
  • Autotransplante, exceto os transplantes de médula óssea;
  • A Pessoa Segura ser dadora para terceiros;
  • Órgão de dador morto;
  • Órgão que requeira o tratamento com Células Estaminais.


Estão igualmente excluídos todos os tratamentos paralelos ou alternativos a um transplante, quando este for indicado no relatório como a melhor opção médica para o tratamento da doença em análise, mas que não se possa realizar por qualquer razão, seja de ordem pessoal ou logística.

- Despesas com cirurgia estética/cosmética, em todas as suas variantes,
 

Despesas excluídas: Encontram-se excluídas todas as despesas não especificadas na presente secção, incluindo, entre outras, as seguintes:
 

- Despesas realizadas em território português, excetuando as despesas com medicamentos nos termos da cobertura de “Despesas com medicamentos após retorno a Portugal
- Despesas realizadas quando a Pessoa Segura não tenha residência permanente em Portugal
- Despesas com medicamentos (mesmo após o retorno da Pessoa Segura a Portugal):

  • Se os mesmos não forem prescritos por um médico ou se não forem fornecidos por um farmacêutico licenciado;
  • Se os custos já estiverem comparticipados pelo Sistema Nacional de Saúde, ou um Seguro de Saúde; na parte referente à comparticipação;
  • Se os custos estiverem associados à administração desses medicamentos (aplicável apenas para a cobertura de “Despesas com medicamentos após retorno a Portugal”).

- Despesas com cuidados continuados, paliativos e/ou de longa duração, quando a Pessoa Segura estiver em condições de saúde que lhe permitam viajar de regresso a Portugal, mas opte por não o fazer apesar disso.
- Despesas não médicas, ou que não tenham relação direta com cuidados médicos, e não estejam especificamente previstas.
- Despesas com qualquer tipo de próteses, aparelhos ortopédicos, cintas, ligaduras, muletas, membros ou órgãos artificiais, perucas (mesmo quando o seu uso for considerado necessário durante o tratamento de quimioterapia), sapatos ortopédicos, fundas para hérnias e outros equipamentos ou artigos similares, com a exceção da prótese do seio em resultado de uma mastectomia e com a exceção da prótese de válvulas do coração em resultado de cirurgia às válvulas cardíacas.


Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro
 

Voltar ao topo

 

Esta informação não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.

 

O Banco Santander Totta, S.A., com o capital social de 1.256.723.284€ - C.R.C. Lisboa 1ª Secção, nº 500 844 321 (anterior nº 1587) - NIPC 500 844 321, com sede social na Rua do Ouro, nº 88, 1100-063 Lisboa, encontra-se registado, junto da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões como Mediador de Seguros Ligado, nº 207 235 886, desde 7/11/2007. Autorização para intermediação de seguros para o Ramo Vida dos Seguradores Santander Totta Seguros - Companhia de Seguros de Vida, S.A., Aegon Santander Portugal Vida - Companhia de Seguros de Vida,S.A., e Eurovida - Companhia de Seguros de Vida, S.A., e para os Ramos Não Vida dos Seguradores Aegon Santander Portugal Não Vida - Companhia de Seguros, S.A., Popular Seguros - Companhia de Seguros, S.A., Liberty Seguros, S.A., Generali - Companhia de Seguros, S.A., Ageas Portugal, Companhia de Seguros, S.A., e para mediação do seguro de acidentes pessoais «Plano Tripla Segurança Santander Totta» do Segurador Chubb Insurance - Company of Europe. Informações e outros detalhes do registo disponíveis em www.asf.com.pt. Na qualidade de Mediador de Seguros Ligado, o Banco Santander Totta, S.A. não celebra contratos em nome dos Seguradores, nem está autorizado a receber prémios para serem entregues às empresas de Seguros. Assim, qualquer pagamento por parte do Tomador referente a contratos de seguros mediados pelo Banco Santander Totta, S.A. deverá ser realizado através de transferência bancária e/ou depósito na conta aberta da respetiva empresa de Seguros, sedeada na instituição de crédito Banco Santander Totta, S.A.. O Mediador presta assistência ao seguro, mas não cobre os riscos publicitados, os quais são assumidos pela Seguradora.

 

Logo AEGON Seguros e Santander Seguros de Vida       

A Aegon Santander Portugal Vida - Companhia de Seguros de Vida, S.A. tem um capital social de 7.500.000€ e encontra-se registada na C.R.C. Lisboa, NIPC 513 251 944, com sede na Rua da Mesquita, nº 6, 1070-238 Lisboa.