Idioma

Banco Santander Totta

Está em:

 

 

 

 

 

 

 

Glossário     |     Garantias e coberturas     |     Limite Máximo de Indemnização     |     Idades de Contratação e Seguráveis     |     Condições de Subscrição     |     Início e Duração do Contrato    |     Pagamento dos Prémios     |     Exclusões   

 

  • Glossário de Termos

    Tomador do Seguro

    Entidade que celebra o contrato com o Segurador, sendo responsável pelo pagamento dos prémios.

    Pessoa Segura ou Segurado

    Pessoa no interesse da qual o contrato é celebrado ou a pessoa cuja vida, saúde ou integridade física se segura.

    Beneficiário

    Pessoa singular ou colectiva a favor de quem reverte a prestação do Segurador decorrente do Contrato; é a Pessoa Segura quando se trate de garantias em caso de vida e das garantias complementares Plano Protecção Ordenado; é a pessoa designada na proposta de seguro para as garantias em caso de morte.

    Prémio

    Preço pago pelo Tomador do Seguro ao Segurador pela contratação do seguro, e que corresponde ao prémio bruto acrescido das cargas fiscais e parafiscais.

    Apólice

    Documento que titula o contrato celebrado entre o Tomador do Seguro e o Segurador do qual constam as respectivas Condições Gerais, as Condições Especiais da modalidade contratada, as Condições Especiais das Coberturas complementares quando existam, assim como as Actas Adicionais.

    Idade Actuarial

    Idade utilizada para efeitos de cálculo do prémio de seguro; refere-se à idade mais próxima da idade cronológica da Pessoa Segura.

    Sinistro

    Facto futuro, incerto e independente da vontade do Tomador do Seguro ou da Pessoa Segura que determine o funcionamento das garantias previstas nas Apólices.

    Prestação do Segurador

    Importância paga pelo(s) Segurador(es) ao beneficiário em caso de sinistro da Pessoa Segura.

    Conta Ordenado

    Conta de que seja titular a Pessoa Segura junto do Banco Santander Totta, na qual a Pessoa Segura se obriga a depositar o seu ordenado mensal, no caso de ser trabalhador por conta de outrem, ou montante acordado com o Banco Santander Totta, no caso de ser trabalhador por conta própria, e que permite à Pessoa Segura usufruir de um descoberto bancário.

    Franquia Absoluta

    Período em que, imediatamente após o Sinistro, não existe direito à Prestação do Segurador.

    Período de Carência

    Período em que, imediatamente após a adesão da Pessoa Segura ao Grupo Seguro, não existe direito à prestação do Segurador.

    Período de Requalificação

    Período em que, imediatamente após a cessação dos efeitos de um sinistro, não existe direito à prestação do Segurador.

    Acidente

    Acontecimento provocado por causa súbita, externa e violenta, alheia à vontade da Pessoa Segura, que lhe produza lesão corporal confirmada por Médico.

    Doença

    Alteração involuntária e anormal do estado de saúde da Pessoa Segura, clinicamente comprovada, não causada por Acidente.

    Doença Manifestada

    Toda a doença que tenha sido objecto de um diagnóstico inequívoco ou que com suficiente grau de evidência se tenha revelado.

    Doença pré-existente

    Toda a alteração involuntária do estado de saúde da Pessoa Segura, não causada por acidente e susceptível de constatação médica objectiva, e que tenha sido objecto de um diagnóstico inequívoco ou que com grau de evidência se tenha revelado, em data anterior à celebração do contrato, independentemente do conhecimento efectivo da pessoa segura ou do Tomador do Seguro, salvo o caso em que tenha havido comunicação formal ao Segurador e expressa aceitação por parte deste, mediante as condições que para o efeito tenham sido expressa e detalhadamente estabelecidas.

    Incapacidade

    Impossibilidade física total, clinicamente comprovada, de a Pessoa Segura exercer a sua actividade profissional, em consequência de ter sofrido um Acidente ou ter contraído uma Doença.

    Emprego Permanente

    O exercício pela Pessoa Segura, mediante uma remuneração, de uma actividade profissional, como trabalhador dependente, a uma entidade empregadora, sob a autoridade e direcção desta, através do estabelecimento de um contrato individual de trabalho, estando a Pessoa Segura inscrita na Segurança Social.

    Emprego por Conta Própria

    O exercício pela Pessoa Segura de uma actividade profissional, como trabalhador independente, ou alguma actividade comercial, industrial ou agrícola como empresário em nome individual, podendo exercer individualmente ou associado a outras pessoas, desde que a Pessoa Segura esteja inscrita no Registo Nacional de Pessoas Colectivas como empresário em nome individual ou como trabalhador independente na respectiva Repartição de Finanças e seja contribuinte da Segurança Social ou de regime contributivo equiparado.

    Desemprego Total

    Situação decorrente da inexistência total e involuntária de emprego da Pessoa Segura, encontrando-se esta inscrita no Centro de Emprego de Segurança Social.

    Desemprego Involuntário

    Situação de "Desemprego Total" devido a:

    1. Despedimento colectivo;
    2. Despedimento por extinção de postos de trabalho justificada por motivos económicos ou de mercado, tecnológicos ou estruturais, relativos à entidade empregadora; 
    3. Despedimento promovido unilateralmente pela entidade empregadora; 
    4. Despedimento promovido unilateralmente pelo trabalhador com invocação de justa causa

    Reclamações

    Reclamação é toda a manifestação de discordância em relação à posição assumida por empresa de seguros ou de insatisfação em relação aos serviços prestados por esta, bem como qualquer alegação de eventual incumprimento, apresentada por tomadores de seguros, segurados, beneficiários ou terceiros lesados. Não se inserem no conceito de reclamação as declarações que integram o processo de negociação contratual, as comunicações inerentes ao processo de regularização de sinistros e eventuais pedidos de informação ou esclarecimento.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo 

 

  • Garantias e coberturas

    Cobertura Princial

    Cobertura Complementar
    Obrigatória


    Morte

    Desemprego Involuntário e Incapacidade Temporária para o Trabalho

     

    • O Segurador garante o pagamento do capital seguro indicado na Apólice;

       
    • O valor do capital seguro, corresponde ao sêxtuplo do salário líquido auferido pela pessoa segura;

       
    • Caso exista contrato de crédito associado, o Segurador garante ao banco, o Capital em Dívida, caso contrário o Segurador garante o pagamento do capital seguro aos beneficiários designados na Apólice.

    Trabalhadores por conta de outrem:

    Trabalhadores por conta própria:

    • No caso de Desemprego Involuntário, após 30 dias consecutivos, o Segurador garante o reembolso de 25% do salário líquido da Pessoa Segura no máximo de 625 euros por mês.
    • No caso de Incapacidade Temporária Absoluta para o trabalho, após 30 dias consecutivos, resultante de acidente e/ou doença de que seja vítima a Pessoa Segura, o Segurador garante o reembolso de 25% do salário líquido da Pessoa Segura no máximo de 625 euros por mês.
    • O reembolso será feito até que a Pessoa Segura volte a trabalhar ou até ao limite máximo de 6 meses.
       
    • O período de carência para esta cobertura é de 90 dias.
    • O valor do salário líquido encontra-se limitado ao máximo de 2.500 euros mensais.

    No caso dos Trabalhadores por conta de outrem, a prestação pecuniária equivale ao valor do salário líquido constante do último recibo de vencimento, sem consideração de montantes recebidos a título de prémios, bónus ou outros benefícios adicionais que não sejam usuais no rendimento mensal da pessoa segura, nomeadamente os montantes recebidos a título de subsídio de Natal ou de Férias.

    No caso dos Trabalhadores por conta própria, a prestação pecuniária equivale ao valor acordado com o Banco Santander Totta no âmbito da Conta Ordenado, o qual será equivalente ao menor dos seguintes valores:

    • média dos montantes previamente acordados e depositados no Banco nos 6 meses anteriores;
    • rendimento declarado na última declaração de rendimentos entregue dividido por 12.


    Período de Requalificação:
    Entre o último pagamento de uma indemnização relativo a um sinistro e nova reclamação decorrerá obrigatoriamente um período mínimo de 6 meses de trabalho activo.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo

 

  • Limite Máximo de Indemnização


    Limite máximo de indemnização por sinistros:  6 meses

    • 6 meses em caso de Incapacidade Temporária Absoluta para o Trabalho por doença ou acidente;
    • 6 meses em caso de Desemprego Involuntário;
       

    Limite máximo de indemnização por cúmulo de sinistros:  12 meses

    • 12 meses em caso de Incapacidade Temporária Absoluta para o Trabalho por doença ou acidente;
    • 12 meses em caso de Desemprego Involuntário;

      Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro.

Voltar ao topo

 

  • Idades de Contratação e Seguráveis

    Coberturas

    Idade mínima de Contratação

    Idade Máxima de Contratação(1)

    Idade Máxima Segurável (1)

    Morte

    18 anos

    60 anos

    65 anos

    Plano Protecção Ordenado

    60 anos

    65 anos

    (1) Idade Actuarial, conforme descrito nas Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo

 

  • Condições de Subscrição
    •      Ser primeiro ou segundo titular de uma Conta Ordenado no Santander Totta.
    •      Ter idade compreendida entre os 18 e os 60 anos;
    •      Estar a desempenhar uma actividade profissional de pelo menos 16 horas semanais nos últimos 12 meses, sem ter conhecimento de um possível desemprego.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo

 

  • Início e Duração do Contrato

    Esta modalidade de seguro é contratada pelo prazo de cinco anos, sendo, após este período, automática e sucessivamente renovada por períodos de um ano, salvo em caso de denúncia por qualquer das partes.

     Duração: O Seguro cessa na primeira das seguintes datas:

    •      Data de encerramento da domiciliação do ordenado no Banco Santander Totta
    •      Data da Reforma ou Pré-reforma da Pessoa Segura;
    •      Data em que a Pessoa Segura completa 65 anos de idade;
    •      Morte da Pessoa Segura;
    •      Após atingidos os limites máximos de indemnização para o conjunto das coberturas.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo

 

  • Pagamento dos Prémios
    •      O prémio é pago de uma só vez no inicio do contrato, para um período de duração de 5 anos a contar da data de início fixada na Apólice.
    •      Findo o prazo de 5 anos, o prémio será anual e será pago em fracções mensais, sem aplicação de encargos de fraccionamento. O Segurador informará o Tomador do Seguro, do valor do prémio anual e do valor de cada fracção mensal, com uma antecedência mínima de 30 dias relativamente ao termos dos primeiros 5 anos do contrato.
    •      O valor do prémio anual poderá ser alterado no início de cada anuidade, tendo em conta a experiência de sinistralidade verificada na(s) anuidade(s) anterior(es), e com uma antecedência mínima de 30 dias, mediante comunicação ao Tomador de Seguro.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro

Voltar ao topo

 

  • Exclusões

    O Segurador não garante o pagamento das importâncias seguras nos seguintes casos:
     

    Se o Falecimento da Pessoa Segura for devido a:

    • Facto intencional do Tomador de Seguro, Pessoa Segura ou Beneficiário; 
    • Suicídio; 
    • Doenças ou acidentes que sobrevenham à Pessoa Segura em resultado do consumo de bebidas alcoólicas ou de consumo de qualquer tipo de drogas e/ou medicamentos não prescritos pelo médico; 
    • Acidentes que sobrevenham à Pessoa Segura quando se verifique uma taxa de alcoolemia igual ou superior ao limite legalmente estabelecido; 
    • Tornados, tufões, furacões, ciclones, inundações, maremotos, sismos e erupções vulcânicas;
    • Acidentes nucleares ou contaminação radioactiva; 
    • Conflitos armados; 
    • Assaltos, greves, tumultos, actos de terrorismo, sabotagem, rebelião, insurreição, revolução e guerra; 
    • Riscos inerentes à incorporação nas Forças Armadas, Militarizadas, Para-Militarizadas, Policiais e afins; 
    • Participação, como passageiro ou condutor, em corridas de velocidade, rallies, ou quaisquer outras competições de aeronaves ou veículos a motor, e respectivos treinos; 
    • Prática de boxe, alpinismo, aviação, motociclismo, automobilismo, parapente, desportos considerados radicais e outros desportos análogos na sua perigosidade; 
    • Consequência de um acto de imprudência temerária ou negligência grave da Pessoa Segura, declarado assim judicialmente, bem como os derivados da participação desta em actos ilícitos, dolos ou rixas, sempre que neste último caso não tenha actuado em legítima defesa ou em tentativa de salvamento de pessoas ou bens; 
    • Intervenções cirúrgicas, desde que não resultem necessárias por força de doença ou acidente; 
    • Gripe humana pandémica, doenças infecciosas que resultem de bio terrorismo ou envenenamentos; 
    • Doenças psiquiátricas (de qualquer natureza) de que a Pessoa Segura seja portadora.

    Se o Desemprego Involuntário for devido a:

    Exclusões Gerais que, directa ou indirectamente, resultem de:
    • Guerra, declarada ou não, invasão, acto de inimigo estrangeiro, hostilidades ou operações bélicas, guerra civil, insurreição, rebelião ou revolução, bem como os causados acidentalmente por engenhos explosivos ou incendiários; 
    • Levantamento militar ou acto do poder militar legítimo ou usurpado; 
    • Explosão, libertação de calor e radiações provenientes da cisão ou fusão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas; 
    • Greves, tumultos e alterações da ordem pública;
    • Actos de terrorismo, vandalismo, maliciosos ou de sabotagem; 
    • Tremores de terra, terramotos, erupções vulcânicas, maremotos, assim como deslizamento, derrocadas ou afundamentos de terrenos e outros fenómenos geológicos e, bem assim, qualquer acontecimento catastrófico relacionado com as forças inevitáveis da natureza; 
    • Actos ou omissões dolosos do Tomador do Seguro ou da Pessoa Segura; 
    • Gripe humana pandémica, doenças infecciosas que resultem de bio terrorismo ou envenenamentos; 
    • Situações pré-existentes no início do contrato de financiamento
    • Exclusões específicas se o desemprego for devido a:
    • Caducidade do contrato de trabalho a termo; 
    • Caducidade do contrato de trabalho por a Pessoa Segura ter atingido a reforma ou pré-reforma;
    • Revogação do contrato de trabalho por acordo das partes; 
    • Cessação do contrato de trabalho por parte do trabalhador, sem justa causa; 
    • Rescisão do contrato de trabalho pelas partes, no período experimental; 
    • Trabalhadores no estrangeiro com contratos de trabalho não vinculados à legislação portuguesa; 
    • Despedimento por justa causa; 
    • Desemprego resultante de actividade sazonal; 
    • Inexistência de emprego fixo nos últimos doze meses anteriores à data de início do contrato.

    Se a Incapacidade Temporária Absoluta para o Trabalho for devida a:

    Incapacidades resultantes de:
    • Afecções existentes à data de início das garantias da Apólice, nomeadamente as situações sobre as quais a Pessoa Segura tenha consultado um médico, ou esteve a ser assistida clinicamente, nos 12 meses anteriores à data de início do contrato; 
    • Anomalias congénitas, incapacidades físicas ou mentais e defeitos físicos existentes à data do início das garantias da Apólice; 
    • Afecções originadas directamente da consequência de alcoolismo (tanto em processos agudos como crónicos), de toxicomania ou de estupefacientes ou outras drogas não prescritas por médico; 
    • Afecções que derivem da intervenção da Pessoa Segura em apostas, desafios ou rixas, salvo se, neste último caso, a Pessoa Segura tenha actuado em legítima defesa ou na tentativa de salvamento de pessoas ou bens; 
    • Afecções provocadas intencionalmente pela Pessoa Segura ou tentativa de suicídio. 
    • Parto, gravidez ou interrupção voluntária ou involuntária de gravidez; 
    • Acidentes provocados por condução de veículos a motor pela Pessoa Segura, sem estar legalmente habilitada; 
    • Afecções por psicopatologias de qualquer natureza, bem como doenças sem comprovação clínica; 
    • Tratamentos de estética e cosmética, excepto se directamente resultantes de qualquer doença ou acidente. 
    Incapacidades resultantes de acidentes provocados por:
    • Utilização de veículos motorizados de duas rodas; 
    • Prática profissional de desportos e, ainda, no âmbito do desporto amador, as provas desportivas integradas em campeonatos e respectivos treinos; 
    • Caças a animais ferozes, desportos de Inverno, boxe, karaté e outras artes marciais, 
    • Paraquedismo, tauromaquia e outros desportos análogos na sua perigosidade.

     

    Exclusão de Riscos Profissionais

    Os riscos resultantes de doenças profissionais, acidentes de trabalho ou de qualquer tipo de actividade profissional estão excluídos de todas as coberturas, caso a adesão ao seguro seja aceite pelo Segurador mediante a estipulação da exclusão dos riscos profissionais a constar da Apólice a remeter ao Tomador do Seguro conjuntamente com a informação sobre as condições de aceitação ao contrato de seguro.

    Nota: A informação apresentada não dispensa a consulta das Condições Gerais, Especiais e Particulares do Seguro
     

Voltar ao topo

Esta informação não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.

 

O Banco Santander Totta, S.A., com o capital social de 1.256.723.284€ - C.R.C. Lisboa 1ª Secção, nº 500 844 321 (anterior nº 1587) - NIPC 500 844 321, com sede social na Rua do Ouro, nº 88, 1100-063 Lisboa, encontra-se registado, junto da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões como Mediador de Seguros Ligado, nº 207 235 886, desde 7/11/2007. Autorização para intermediação de seguros para o Ramo Vida dos Seguradores Santander Totta Seguros - Companhia de Seguros de Vida, S.A. e Aegon Santander Portugal Vida - Companhia de Seguros de Vida,S.A. e para os Ramos Não Vida dos Seguradores Aegon Santander Portugal Não Vida - Companhia de Seguros, S.A., Liberty Seguros, S.A., Generali - Companhia de Seguros, S.A., Ageas Portugal, Companhia de Seguros, S.A., e para mediação do seguro de acidentes pessoais «Plano Tripla Segurança Santander Totta» do Segurador Chubb Insurance - Company of Europe. Informações e outros detalhes do registo disponíveis em www.asf.com.pt. Na qualidade de Mediador de Seguros Ligado, o Banco Santander Totta, S.A. não celebra contratos em nome dos Seguradores, nem está autorizado a receber prémios para serem entregues às empresas de Seguros. Assim, qualquer pagamento por parte do Tomador referente a contratos de seguros mediados pelo Banco Santander Totta, S.A. deverá ser realizado através de transferência bancária e/ou depósito na conta aberta da respetiva empresa de Seguros, sedeada na instituição de crédito Banco Santander Totta, S.A.. O Mediador presta assistência ao seguro, mas não cobre os riscos publicitados, os quais são assumidos pela Seguradora.

 

Logo AEGON Seguros e Santander Seguros de Vida       

A Aegon Santander Portugal Vida - Companhia de Seguros de Vida, S.A. tem um capital social de 7.500.000€ e encontra-se registada na C.R.C. Lisboa, NIPC 513 251 944, com sede na Rua da Mesquita, nº 6, 1070-238 Lisboa.