• Montantes reduzidos
    O montante mínimo para dar início
    a esta poupança é de apenas 50€,
    dos quais o Banco apoia com 25€.
  • Permite reforços
    A poupança aceita reforços
    até ao limite máximo de 5 000€.
  • Poupança mobilizável
    Pode mobilizar
    sempre que quiser.

Venha ter connosco, abra uma Conta e uma Poupança Happy: Aos 25€ depositados por si, o Banco atribui-lhe um benefício de mais 25€.

Ao constituir uma Poupança Happy 2019 num Balcão Santander, leva para casa, além de um futuro mais sorridente, um mealheiro personalizável com autocolantes de caras felizes e letras. É a isto que chamamos poupar a brincar.

Como funciona a Poupança Happy?

Para ter uma Poupança Happy 2019, basta já ter uma das seguintes contas no Santander: Super Conta Mesada, Super Conta Jovem, Conta Happy/Stream ou Conta 0-17. Caso não tenha nenhuma destas contas deverá abrir uma Conta Happy/Stream.
  • Montante
    entre 50€
    e 5 000€
  • Prazo
    5 anos
  • Taxa
    %,
    garantida durante 5 anos
Poupança Happy 2019 do Santander pode ser uma conta poupança para a família
O Rafael quer muito ir a um parque temático.
Para lhe oferecerem a viagem em família, os pais decidiram constituir uma Poupança Happy 2019.
Se, todos os meses pouparem 25€, ao final de 5 anos conseguem juntar:
1 500€ + juros TANB de %

Como aderir à Poupança Happy?

Aderir à Poupança Happy 2019 é simples como seguir estes três passos:
  1. 1
    Dirija-se a um Balcão
    A adesão à Poupança Happy 2019 tem que ser feita ao Balcão. Veja se já possui uma das seguintes contas: Super Conta Mesada, Super Conta Jovem, Conta Happy/Stream e Conta 0-17. Para além do seu documento de identificação, traga também o do seu filho
  2. 2
    Indique o montante com que quer começar
    Através de uma transferência da sua Conta à ordem.
  3. 3
    Comece a poupar sem preocupações
    Poderá reforçar a poupança sempre que quiser, fazendo uma transferência da Conta à ordem para a Conta poupança.
Confie as suas poupanças a um Banco sólido
Este ano fomos distinguidos como o "Banco do Ano em Portugal", "Melhor Banco em Portugal" e "Grande Banco 5 Estrelas".
SuperLinha De Portugal
De Portugal e do estrangeiro
customer support Atendimento 24h, todos os dias.

Saiba mais sobre...

  • Mobilização antecipada e penalização dos juros

    Pode mobilizar (retirar) o capital investido na Poupança Happy 2019 total ou parcialmente. Caso a mobilização antecipada ocorra após o final de cada período semestral, não há lugar a penalização de juros decorridos. Caso contrário, há lugar a penalização dos juros decorridos desde o início do período semestral até à data de mobilização antecipada. Este depósito poderá ser movimentado através de transferência bancária, via ATM, NetBanco ou banca telefónica (SuperLinha), ou ao Balcão. É simples e imediato.

  • O que acontece no fim do prazo

    Decorridos os 5 anos, a Poupança Happy será renovada automaticamente, passando o respetivo saldo a ser remunerado à taxa de juro para Depósitos a Prazo a 180 dias, aplicável à generalidade dos Clientes.

    O Banco informará os Clientes da taxa a aplicar com a antecedência mínima legalmente em vigor (atualmente 30 dias). A contagem de juros com a nova taxa inicia-se no dia seguinte após esse período de 5 anos, e posteriormente, após cada período de 6 meses.

  • Como tenho acesso ao benefício de 25€ e ao Mealheiro Happy

    É muito fácil: basta ser novo Cliente menor ou Cliente menor inativo que:

    • Tenha ou abra uma das seguintes contas: Super Conta Mesada, Super Conta Jovem, Conta Happy/Stream ou Conta 0-17
    • Constitua a Poupança Happy 2019. Este produto tem um mínimo de constituição de 50€, sendo que 25€ são atribuídos pelo Banco, se cumprir as condições de acesso a este benefício


    • O Banco entende que um Cliente é considerado Cliente inativo quando a Conta de que é Titular: I) tenha um saldo contabilístico inferior a 50€ no final do mês civil anterior à constituição da Poupança Happy 2019 e II) apresente menos de 3 movimentos nos 3 meses civis anteriores à constituição da Poupança Happy 2019.

Notas