• Período de carência

    Se precisares, podes adiar o pagamento
    do capital emprestado até 4 anos(2).
  • Redução dos encargos iniciais

    Isenção do valor da comissão
    de formalização do crédito.
  • Vantagens para os bons alunos

    Com uma média no ano anterior de 14
    ou mais valores, tens redução no spread.

O Crédito Formação (finalidade Licenciatura) é um crédito pessoal criado para quem está ou vai frequentar uma licenciatura, tanto em Portugal, como no estrangeiro.

Durante o curso, se precisares, podes pagar apenas os juros (no máximo até quatro anos), o que te permite ter prestações mais baixas durante esse tempo.

Como funciona o Crédito Formação?

Depois de saberes quanto precisas para o empréstimo de formação, conhece as condições que o Banco tem para te oferecer.
  • Montante em Portugal
    Até 25 000€
  • Montante no Estrangeiro
    Até 50 000€
  • Taxa de juro
    Euribor a 12 meses(3)+ spread de 3,5%(4)
  • Prazo de pagamento
    De 2 até 7 anos(5)
  • Spread
    3,5%, podendo ser
    reduzido para 3%(4)
  • Período de carência
    Até 4 anos(2)
crédito pessoal para formação
A Luísa entrou na sua 1ª opção: Gestão, no Porto.
Precisa de 12 000€, que irá pagar em 7 anos. Durante 4 anos, só paga os juros.
Prestação mensal nos primeiros 4 anos: 34,53€/mês(1) TAN de 3,320%, spread de 3,5%, só paga juros
Prestação mensal nos anos seguintes: 351,37€/mês(1) TAN de 3,320%, spread de 3,5%, paga capital + juros

Como pedir o Crédito Formação?

Pedir o Crédito Formação é tão simples como seguir estes três passos:
  1. 1
    Reúne a documentação necessária
    Irás precisar da tua identificação, informação fiscal atualizada, comprovativo
    de matrícula, entre outros documentos. Em alguns casos (se não tiveres rendimentos ou precisares de um fiador), será necessária a documentação
    dos teus responsáveis.
  2. 2
    Dirige-te a um Balcão
    Depois de reunires a documentação necessária, poderás dar início ao processo de contratação do Crédito Formação em qualquer Balcão.
  3. 3
    Aguarda pela resposta
    Se reunires as condições exigidas e se a resposta do Banco for positiva,
    estás em condições de assinar o contrato. Depois, o montante do crédito pessoal é depositado na tua conta.

Menores de idade

Se ainda és menor de idade ou não tens rendimentos, pede aos teus pais que te acompanhem ao Balcão para, em conjunto, encontrarmos a melhor crédito pessoal para o teu caso.
Conhece também...
SuperLinha 707 21 24 24 Atendimento automático 24h
customer support Atendimento personalizado
Das 8h às 23h, todos os dias.

Sabe mais sobre...

  • Como é definido o spread

    O spread é a parcela da taxa de juro que é definida pelo Banco para o empréstimo de formação.

    O spread base aplicado ao Crédito Formação é de 3,5%. Pode ser reduzido para 3%, desde que domicilies o ordenado no Banco Santander Totta ou apresentes uma nota média igual ou superior a 14 valores no ano letivo anterior.

  • Documentação necessária para pedir Crédito Formação
    1. Para o pedido do Empréstimo
      Reúne a seguinte documentação do(s) titular(es):
    • Documento de identificação
      Pode ser o B.I., Cartão de Cidadão ou Passaporte.
    • Documento com o Número de Identificação Fiscal (NIF)
      Apenas necessário no caso em que não seja apresentado Cartão de Cidadão.
    • Comprovativo de matrícula no curso
      Pedir à instituição de ensino superior
    • Comprovativo da média obtida no ano letivo anterior, quando aplicável
      Pedir à instituição de ensino superior
    • Documento comprovativo de morada
      Por exemplo, um recibo de água, eletricidade, telefone.

    Se tiveres rendimentos:

    • Última declaração de rendimentos entregue nas Finanças e respetiva nota de liquidação
      Poderás fazer o download desta declaração no site das Finanças ou solicitá-la em qualquer repartição.
      Pedir nas Finanças
    • Últimos três recibos de vencimento
      Caso tenhas o ordenado domiciliado no Banco Santander Totta, basta apresentar o último recibo.
    • Últimos 3 extratos mensais das contas de depósito à ordem de outras instituições bancárias
      Se tiveres uma relação inferior a 6 meses com Banco Santander Totta.
    • Declaração de vínculo laboral
      Pedir à Entidade empregadora
      Se tiveres uma relação com o Banco inferior a 12 meses ou se a documentação que tiveres no Banco estiver desatualizada (ex. por mudança de emprego, alteração da tua situação profissional, etc).

    Se ainda não tiveres rendimentos, deverás identificar quem serão os teus fiadores (tipicamente, os pais) e pedir-lhes os seguintes documentos:

    • Documento de identificação
      Pode ser o B.I., Cartão de Cidadão ou Passaporte.
    • Última declaração de rendimentos entregue nas Finanças e respetiva nota de liquidação
      Poderão fazer o download desta declaração no site das Finanças ou solicitá-la em qualquer repartição.
      Pedir nas Finanças
    • Últimos três recibos de vencimento
      Caso tenham o ordenado domiciliado no Banco Santander Totta, basta apresentar o último recibo.
    • Últimos 3 extratos mensais das contas de depósito à ordem de outras instituições bancárias
      Se tiverem uma relação inferior a 6 meses com Banco Santander Totta.
    • Declaração de vínculo laboral
      Pedir à Entidade empregadora
      Se tiverem uma relação com o Banco inferior a 12 meses ou se a documentação que tiverem no Banco estiver desatualizada (ex. por mudança de emprego, alteração da sua situação profissional, etc).
  • Como decidir quanto precisas

    Pode ser difícil fazer uma estimativa de quanto irás precisar enquanto estiveres a estudar. Soma-se o valor das propinas, do alojamento, se aplicável, das deslocações, dos materiais, mas será suficiente?

    Faz as contas de quanto precisas e vai a um Balcão fazer uma simulação com um dos nossos gestores.

  • Pagamento antes do prazo estipulado

    Podes amortizar o valor em dívida, total ou parcialmente, com pelo menos 30 dias de antecedência.

    Como amortizar?

    As amortizações são feitas ao Balcão.

    Comissões

    No caso do Crédito Formação, estás isento de pagar a comissão de reembolso antecipado.

  • Glossário
    Taxa de Juro

    A taxa de juro corresponde à remuneração, expressa em percentagem, que o Banco recebe pela concessão de determinado empréstimo.

    Euribor
    (Euro Interbank Offered Rate) 12 meses

    A taxa Euribor é a taxa de referência do mercado monetário interbancário da área do euro. Esta taxa de juro é calculada como uma média das taxas de juros praticadas por um painel de bancos de primeira linha (“prime banks”) que emprestam dinheiro entre si e apresenta diferentes valores consoante o prazo a que se reporta (entre 1 semana e 12 meses).
    A Euribor 12 meses é a taxa de referência (indexante) utilizada pelo Banco no crédito à habitação com taxa variável. O valor da taxa variável deve resultar da média aritmética simples das cotações diárias do indexante no mês imediatamente anterior ao período de contagem de juros.

    SPREAD

    Spread é uma componente da taxa de juro, definida pelo Banco, contrato a contrato, quando concede um empréstimo. O spread é somado ao indexante usado nas operações de crédito com taxa de juro variável.

    TAN
    Taxa Anual Nominal

    É a taxa que expressa o valor dos juros a pagar no período de um ano em percentagem do montante do empréstimo.

    TAEG
    Taxa Anual Efetiva Global

    É a taxa que representa o custo total do crédito para o Cliente expresso em percentagem anual do montante de crédito concedido. Inclui juros, comissões, prémios de seguros exigidos, impostos e outros encargos associados ao crédito.

Notas

  1. (1)TAEG de 4,3% para uma Taxa Anual Nominal (TAN) de 3,320%. Exemplo para um Crédito Pessoal de 12 000€, a 84 meses, com carência de capital de 48 meses. Inclui as comissões de dossier e de gestão mensal e o imposto sobre utilização de crédito. TAN indexada à Euribor a 12 meses resultante da média aritmética simples das cotações diárias da Euribor a 12 meses com referência a um ano de 360 dias, do mês anterior ao período da contagem de juros, arredondada à milésima, atualmente de -0,180% (referente ao mês de outubro de 2017), acrescida de spread de 3,5%. Base cálculo dos juros 30/360. Prestação de 34,53€ durante o período de carência e de 351,37€ após esse período. Montante total imputado ao consumidor de 14 769,47€.
  2. (2)O período de carência de capital máximo depende da duração do curso, sendo limitada à duração do curso + 1 ano, com máximo de 4 anos.
  3. (3)Indexante calculado tendo por base a média aritmética simples das cotações diárias da Euribor a 12 meses, com referência a um ano de 360 dias, do mês anterior ao período da contagem de juros, arredondado à milésima.
  4. (4)O spread base aplicado é de 3,5%, podendo ser reduzido para 3% desde que o Cliente domicilie o ordenado no Banco Santander Totta ou apresente uma nota média igual ou superior a 14 valores no ano letivo anterior.
  5. (5)Prazo sujeito à seguinte regra: a soma da idade do Cliente com o prazo tem de ser igual ou inferior a 72 anos.

O Crédito anunciado não pode ser utilizado para a aquisição de produtos financeiros.

Crédito sujeito à aprovação casuística do Banco.