• Tempo para planear
    Depois de comprar o terreno, tem até
    2 anos para iniciar a construção da casa.
  • Período de carência
    Durante o tempo em que decorre o
    empréstimo, só paga os juros.
  • Incluído no Crédito Habitação
    O valor do terreno pode ser incluído no crédito para construção da casa.

O Crédito Terreno ajuda-o a financiar a compra do terreno para construir a sua nova casa. Tem 2 anos para iniciar a construção, período durante o qual paga apenas os juros decorrentes do empréstimo. Desta forma, terá tempo para tratar tranquilamente do planeamento das obras, com prestações mensais reduzidas.

Como funciona?

Decida quanto precisa para comprar o terreno. Tem até 2 anos para iniciar a construção da casa. Até à data da escritura, só paga os juros do capital emprestado.

  • Total do Empréstimo
    Até 60% do menor dos seguintes valores:
    avaliação do terreno ou aquisição
  • Taxa de juro
    Taxa Fixa de %
  • Prazo de pagamento
    até 2 anos
  • Período de carência
    Durante a vigência do empréstimo

O reembolso do empréstimo ocorre no final dos 2 anos ou na data da escritura da casa. O valor do empréstimo pode ser incluído no crédito para construção da casa.

her
A Joana quer comprar um lote
na mesma rua dos seus pais.
Precisa de 150 000€. Tem até 2 anos para preparar o projeto da casa e, durante esse período, ou até à escritura, só paga os juros.
Prestação mensal: €/mês TAN de %, só paga juros O Capital é pago na última prestação.

Como pedir o Crédito Terreno?

Pedir o Crédito Terreno é tão simples como seguir estes três passos:
  1. 1
    Reúna a documentação necessária
    Irá precisar da documentação do terreno e o contrato de promessa de compra e venda do terreno, entre outros.
    • Consulte a lista completa da documentação necessária e onde pode obtê-la
  2. 2
    Dirija-se a um Balcão
  3. 3
    Agende a avaliação
    Se reunir as condições exigidas, será contactado por um dos nossos gestores para agendarmos a avaliação.
  4. 4
    Aguarde pela resposta
    Concluídos estes formalismos solicitados pelo Banco, e após a aprovação do crédito, será possível marcar a escritura e poderá, finalmente, comprar o terreno.
Seguro obrigatório
O Crédito Terreno requer a contratação de um seguro de vida. Conheça a nossa oferta:
SuperLinha De Portugal
De Portugal e do estrangeiro
customer support Atendimento 24h, todos os dias.

Saiba mais sobre...

  • Documentação necessária para pedir o Crédito Terreno
    Reúna a seguinte documentação do imóvel:
    • Contrato de Promessa de Compra e Venda do terreno
      Vendedor
    • Comprovativo da Câmara com a Viabilidade de Construção do terreno ou Alvará
      de Loteamento
      Câmara Municipal
    • Planta de Localização com o terreno em causa assinalado
      Câmara Municipal
    • Cópia simples da Certidão de Registo Predial do Terreno
      Conservatória do Registo Predial
  • Condições do terreno para ser abrangido pelo Crédito Terreno

    O terreno deve ser considerado pela Câmara Municipal como sendo viável para construção (ver Documentação Necessária), neste caso,
    da 1ª ou 2ª habitação, do Cliente que pede o Crédito.

  • Como é amortizado o capital

    O Crédito Terreno não prevê a amortização parcial do capital emprestado. Ao longo do período do crédito, só paga os juros.

    A amortização do capital ocorre integralmente aquando da escritura do Crédito Habitação ou no final dos 2 anos (se até esta data ainda não tiver ocorrido a escritura).

  • Incumprimento de Crédito

    Informação sobre o incumprimento de contratos de crédito e a rede extrajudicial de apoio

    Riscos do endividamento excessivo

    As prestações do crédito constituem encargos regulares do orçamento familiar dos clientes bancários. É essencial que o cliente bancário pondere previamente se tem capacidade financeira para assegurar o pagamento das prestações decorrentes dos empréstimos que pretende contratar.

    Para mais informação sobre gestão do orçamento familiar consulte o portal Todos Contam.

    Risco de incumprimento?

    O incumprimento das responsabilidades de crédito ocorre quando o cliente bancário não paga na data prevista uma prestação do contrato de crédito que celebrou.

    Os clientes com créditos em situação de incumprimento ficam sujeitos a penalizações e os seus bens podem ser penhorados.

    O cliente bancário deve ter uma atitude preventiva, antecipando uma eventual situação de incumprimento. Caso antecipe dificuldades no pagamento dos seus encargos, deve alertar prontamente a instituição de crédito.

    Se o cliente bancário comunicar que tem dificuldades no pagamento dos seus encargos, a instituição de crédito está obrigada, por força do Decreto-Lei n.º 227/2012, de 25 de outubro, a avaliar o seu risco de incumprimento. A instituição de crédito deverá propor soluções para evitar o incumprimento do contrato de crédito, sempre que viável.

    Para informar o BANCO da existência de dificuldades no pagamento dos seus encargos, poderá dirigir-se ao seu Balcão. Caso necessite de informações adicionais, por favor utilize o endereço: prevencaoegestaodeincumprimento@santander.pt

    PERSI

    O PERSI - Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento, criado pelo Decreto-Lei n.º 227/2012, de 25 de outubro, visa promover a regularização de situações de incumprimento através de soluções negociadas entre o cliente bancário e a instituição de crédito.

    As instituições de crédito estão obrigadas a integrar os créditos em incumprimento em PERSI entre o 31.º e o 60.º dia após a ocorrência do incumprimento. As instituições de crédito também estão obrigadas a iniciar o PERSI logo que se verifique o não pagamento de uma prestação, nos casos em que o cliente bancário tenha alertado para o risco de incumprimento.
    O cliente bancário com crédito em incumprimento pode solicitar em qualquer momento a integração imediata desse crédito em PERSI.
    Nos 5 dias seguintes ao início do PERSI, o cliente bancário será informado desse facto, bem como dos seus direitos e deveres no âmbito deste procedimento.

    Rede de apoio ao cliente bancário

    Os clientes bancários com créditos em risco de incumprimento ou em atraso no pagamento das suas prestações podem obter informação, aconselhamento e acompanhamento junto da rede extrajudicial de apoio ao cliente bancário, a título gratuito.
    A rede de apoio ao cliente bancário é constituída por entidades habilitadas e reconhecidas pela Direcção-Geral do Consumidor.
    Para mais informações sobre a rede de apoio, consulte o Portal do Consumidor.

    Para outras informações sobre os regimes relativos ao incumprimento de contratos de crédito consulte o seu Balcão ou o Portal de Cliente Bancário e o portal Todos Contam.

  • Código Europeu de Conduta

    O Santander aderiu ao Código Europeu de Conduta sobre as informações a prestar aos seus clientes antes da celebração de contratos de crédito habitação.

    Para que serve o Código Europeu de Conduta?

    Este Código visa uniformizar as informações prestadas pelas diferentes instituições financeiras aos seus clientes sobre contratos de crédito à habitação, de modo a que as condições aplicáveis a cada produto sejam transparentes e possam ser facilmente comparáveis.

    Dentro deste Código poderá consultar informação geral sobre os diferentes empréstimos à habitação que temos para si, bem como informação mais personalizada onde poderá também consultar as principais características de cada empréstimo à habitação que lhe oferecemos. Esta informação é fornecida sobre a forma de uma "Ficha Europeia de Informação Normalizada (FINE)", que faz parte integrante do Código e onde poderá também encontrar a "Ficha Técnica Genérica - Crédito Habitação".

    Tem dúvidas?

    Para esclarecimento de dúvidas relacionadas com o Código Europeu de Conduta, pode utilizar os seguintes meios:

    • Contacto telefónico - 707 21 24 24 (SuperLinha)
    • Por escrito, para a morada:
      Banco Santander Totta
      Direcção de Qualidade
      Centro Totta
      Rua Mesquita, nº 6 Torre B1070-238 Lisboa
  • Glossário
    Taxa de Juro

    A taxa de juro corresponde à remuneração, expressa em percentagem, que o Banco recebe pela concessão de determinado empréstimo.

    Euribor
    (Euro Interbank Offered Rate) 12 meses

    A taxa Euribor é a taxa de referência do mercado monetário interbancário da área do euro. Esta taxa de juro é calculada como uma média das taxas de juros praticadas por um painel de bancos de primeira linha ("prime banks") que emprestam dinheiro entre si e apresenta diferentes valores consoante o prazo a que se reporta (entre 1 semana e 12 meses).
    A Euribor 12 meses é a taxa de referência (indexante) utilizada pelo Banco no crédito à habitação com taxa variável. O valor da taxa variável deve resultar da média aritmética simples das cotações diárias do indexante no mês imediatamente anterior ao período de contagem de juros.

    SPREAD

    Spread é uma componente da taxa de juro, definida pelo Banco, contrato a contrato, quando concede um empréstimo. O spread é somado ao indexante usado nas operações de crédito com taxa de juro variável.

    TAEG
    Taxa Anual Efetiva Global

    É a taxa que representa o custo total do crédito para o Cliente expresso em percentagem anual do montante de crédito concedido.
    Inclui juros, comissões, prémios de seguros exigidos, impostos e outros encargos associados ao crédito.

    TAN
    Taxa Anual Nominal

    É a taxa que expressa o valor dos juros a pagar no período de um ano em percentagem do montante do empréstimo.

    Taxa SWAP
    (utilizada no contexto de taxas fixas)

    A taxa Swap, tal como a Euribor, é uma taxa de mercado que não é fixada pelo Banco e que apresenta diferentes valores consoante o prazo a que se reporta.
    Nos créditos à habitação com taxa fixa a taxa de referência utilizada pelo Banco é a Taxa Swap a 5 anos, registada no dia útil anterior à data da celebração do contrato de empréstimo, arredondada à milésima. A Taxa Swap a 5 anos é divulgada diariamente na página da Reuters ICESWAP2, por baixo da referência "Euribor Basis" e por cima da referência "11:00 AM FRANKFURT" às 11:00 a.m., hora de Frankfurt.

    Valor Residual

    O valor residual é a parcela do empréstimo que é paga no termo do contrato.

Notas

TAEG calculada de acordo com o Anexo 2 do Decreto-Lei nº 74-A/2017 de 23 de junho. Estes valores incluem os prémios de Seguro Vida considerando um titular de 30 anos. Comissão de reembolso antecipado no valor de 2% sobre o montante liquidado. Os valores das comissões encontram-se afixados no Preçário do Banco devidamente publicitados em todos os Balcões. Base cálculo dos juros 30/360.

Crédito sujeito à aprovação casuística do Banco.